Distribuição de conteúdo: sua ferramenta para transcodificar vídeos atende suas necessidades?

0
Distribuição de conteúdo: sua ferramenta para transcodificar vídeos atende suas necessidades?

A rotina de transcodificar vídeos para distribuir conteúdo às mais diversas plataformas é comum em programadoras de TV. A atividade é fundamental porque os diferentes destinos exigem formatos específicos e, para isso, pode ser  preciso que o arquivo original seja transformado.

Se a sua empresa já trabalha com uma ferramenta de transcodificação você deve saber o quanto ela é importante para a distribuição de vídeos. No entanto, algumas  opções disponíveis no mercado não exploram todo o potencial para transcodificar vídeos, são difíceis de operar ou muito demoradas na execução. Por isso, neste texto, vamos refletir sobre a escolha da ferramenta: será que realmente ela atende às suas necessidades?

Sua ferramenta é capaz de transcodificar vídeos de forma eficiente?

Antes de escolher uma ferramenta para ser utilizada no dia a dia de uma empresa, por vezes, deixamos que a indicação de colegas, ou mesmo que as ofertas feitas pelos vendedores influenciem a decisão. No entanto, é preciso avaliar se a escolha feita realmente se adequa às necessidades reais, ou se não há outras soluções no mercado que fazem o mesmo trabalho com menor custo, ou ainda que possuam um serviço superior por um valor justo.

Sendo assim, reavaliar a eficiência da ferramenta para transcodificar vídeos pode fazer a diferença na rotina de trabalho dos funcionários que trabalham com distribuição de conteúdo. Para ajudar a refletir sobre a eficácia do sistema que você possui, separamos 4 questionamentos que devem ser feitos em relação a sua ferramenta para transcodificar vídeos:

Transcodifica diversos formatos para múltiplas saídas? ?

As entradas e saídas do sistema são fundamentais para quem procura versatilidade e pretende distribuir conteúdo para plataformas variadas. Ter um uma ferramenta para transcodificar vídeos que seja limitada a apenas alguns formatos certamente não é a melhor alternativa.

O transcoder Digilab permite a transcodificação de diversos formatos para múltiplas saídas, configurações para áudio, vídeo, aspecto, bitrate, redimensionamento, entre outros. Além disso, gera arquivos para diversos containers como MP4, Transport Stream, Sony MXF, MKV, entre outros.

É rápida?

Nada pior do que precisar realizar uma atividade com urgência   e ter que esperar por conta da morosidade do sistema, não é mesmo? Muitas ferramentas disponíveis no mercado até atendem as necessidades em relação às saídas, mas são demoradas demais. O transcoder Digilab transcodifica a mídia via GPU nos padrões H264 e H265 em uma velocidade nove vezes superior ao tempo de CPU. Isso otimiza as tarefas e sobra tempo de máquina e disponibilidade dos funcionários para realizar outras atividades.

É fácil de usar?

A usabilidade e intuitividade do sistema não são itens levados em consideração em um primeiro momento. No entanto, estas características  podem ser grandes diferenciais no dia a dia. Uma ferramenta que não é intuitiva provavelmente não será usada em todo seu potencial e consumirá mais tempo do operador que não está acostumado a operá-la. Sendo assim, quanto mais fácil de usar, melhor. Essa é uma das qualidades mais evidentes do transcoder da Digilab. A interface é intuitiva e de fácil operação, ideal para operações onde a agilidade é fundamental.

Para utilizar a ferramenta para transcodificar vídeos, o operador só precisa organizar o workflow e esperar a transcodificação. A intervenção só é necessária para adicionar novos vídeos à lista, já que o monitoramento de entradas ocorre automaticamente, gerenciado pelo próprio sistema. Outra vantagem observada é a possibilidade de verificar o andamento das atividades remotamente, já que o sistema possui interface web.

Possui suporte no Brasil?

Escolher uma empresa brasileira ou estrangeira parece  não fazer a diferença no momento da aquisição de uma ferramenta. Em geral, as pessoas só entendem a desvantagem quando o sistema para transcodificar vídeos apresenta algum problema. Se isso acontecer, você sabe a quem recorrer?

Optar por um transcoder nacional, além da possibilidade de comunicação direta com a empresa que programou a ferramenta, é interessante porque traz vantagens em relação ao idioma. Um software programado em português é muito diferente de um que foi traduzido, certo? Sendo assim, este  transcoder vai  atender de forma com mais efetividade  às necessidades do mercado brasileiro.

O que achou das vantagens do Transcoder Digilab? Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Deixe um comentário

Comentar (obrigatório)

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (obrigatório)
E-mail (obrigatório)