Projeto para TV: 5 erros que você não pode cometer

0
Projeto para TV: 5 erros que você não pode cometer

Ao montar uma nova emissora ou reformular a estrutura, é necessário realizar um projeto para TV. Apesar de interessante, essa tarefa é bastante complexa, especialmente porque quase sempre há limitação de recursos.

O engenheiro projetista precisa levar em conta aspectos que vão desde a necessidade tecnológica da empresa, até fatores climáticos da região onde está instalada. Por isso, separamos algumas dicas para não errar no momento de montar um projeto para TV.

Faça um bom projeto para TV com essas dicas

Toda tarefa complexa está sujeita a erros, por isso o trabalho do bom profissional é evitar ao máximo que eles aconteçam. Engenheiros projetistas de TV lidam o tempo todo com desafios, mas no momento da migração ou instalação de uma estrutura nova, eles são ainda maiores. Para não errar, veja as dicas que separamos:

1 – Leve em conta a possibilidade de expansão da empresa

Esse é um dos princípios básicos de qualquer bom projeto para TV. A expectativa de que a empresa se expanda sempre deve existir e a estrutura não pode ser fator determinante. Como já mencionamos, nem sempre há abundância de recursos, por isso, o projeto pode precisar ser feito em etapas.

Ao fazer o planejamento, faça uma previsão a curto, médio e longo prazos, sugerindo ações e mudanças que estejam integradas com o que está sendo feito hoje. Assim, mesmo que o engenheiro responsável mude, as chances de que o projeto tenha continuidade aumentam.

2 – Preveja o avanço tecnológico

Assim com a possibilidade de expansão da empresa, o avanço da tecnologia também deve ser contemplado no projeto com expectativas a curto, médio e longo prazos.

Se a empresa não teve recursos para comprar um equipamento de ponta no momento, explique no projeto para TV porque ele deverá ser fundamental no futuro. Assim, o gestor da empresa poderá se programar para fazer a aquisição sem ser pego de surpresa pelo avanço de concorrentes.

3 – Escolha equipamentos que conversem entre si

Equipamentos que só integram com outros de mesma marca costumam ser uma armadilha para seu projeto para TV. Sempre prefira tecnologias adaptáveis, que se integrem facilmente com o que você já tem ou possa vir a ter no futuro.

Uma boa opção pode ser a contratação do serviço de uma empresa terceirizada, que fará a manutenção preditiva e não deixará que o equipamento fique defasado. Saiba mais clicando aqui.

4 – Leve em conta fatores climáticos

Pode parecer detalhe, mas é algo muito importante. Principalmente se o engenheiro não tiver nascido na região, recomenda-se que ele faça um profundo estudo sobre as variações climáticas do local antes de partir para a execução do projeto para TV. Isso porque alguns locais exigem adaptações estruturais.

Locais muito quentes, por exemplo, precisam de atenção especial ao sistema de climatização, para não danificar os equipamentos. Cidades muito secas ou úmidas, precisam ter ambientes que controlem essas variações. Não estar atento a isso pode até não trazer transtornos em curto prazo, mas pode causar problemas graves aos equipamentos e à operação como um todo no futuro.

5 – Não observar a estrutura física da edificação

Ao escolher um prédio para a instalação de uma estrutura de TV, o ideal é que ele seja novo e tenha sido construído especificamente para esse fim. Como isso nem sempre é possível, algumas adaptações precisam ser feitas.

Além das que levam em conta fatores climáticos, também é importante observar:

  • Se a fiação suportará os equipamentos;
  • Se a edificação suporta o peso dos equipamento;
  • Se o local é seguro para os funcionários;
  • Se há acessibilidade, etc.

Observados esses fatores, é só escolher bons equipamentos, ter uma equipe capacitada e trabalhar para que a migração ou instalação da emissora seja um sucesso.

Ficou com alguma dúvida sobre os erros que não se pode cometer em um projeto para TV? Deixe um comentário abaixo.

Deixe um comentário

Comentar (obrigatório)

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (obrigatório)
E-mail (obrigatório)