Saiba como fazer a gestão de comerciais para streaming de forma eficiente

Saiba como fazer a gestão de comerciais para streaming de forma eficiente

Fazer a gestão de comerciais para streaming, dentro do contexto das emissoras que mantêm uma programação ao vivo simultaneamente na TV e online, pode se tornar um desafio. Pensando nas especificidades de cada plataforma e no gosto particular por determinados produtos, recomenda-se que os espaços sejam vendidos separadamente. Uma solução eficiente é criar blocos de comerciais para streaming, que serão exclusivos para internet, usando um Playout próprio. Assim, é possível gerenciar conteúdos de entrada diferentes da TV.

A importância de se pensar na gestão de comerciais para streaming e, por sua vez, na questão dos blocos de comerciais, está no crescimento da publicidade em vídeo.

Segundo dados de 2017 da Digital AdSpend 2018, realizada pelo IAB Brasil, os investimentos em publicidade no Brasil somaram R$14,8 bilhões. Dentro disso, a categoria de vídeos representou 22%, totalizando R$ 3,2 bilhões.

Como convencer o cliente a investir na internet?

Um dos principais argumentos de convencimento do investimento na internet é a possibilidade de chegar ao público-alvo de forma mais precisa. Na TV, a estratégia está no alcance massivo da população. No entanto, a internet é capaz de oferecer informações que contam com maior exatidão, como quem são as pessoas, o que estão fazendo, o que gostam e o que compram. Embora não se fale com todo mundo, como na TV, as pessoas alcançadas são aquelas que realmente estão dentro do público-alvo.

A equipe de vendas responsável por apresentar os benefícios do investimento na internet e, por consequência, desmistificar determinadas barreiras, precisa compreender como os processos funcionam por completo. Na sequência, abordamos elementos básicos para quem está procurando entender a publicidade digital.

Como viabilizar a gestão de comerciais para streaming dentro da emissora?

Em emissoras de maior porte, que têm compromisso com a cabeça de rede, o desafio está na criação de uma dupla operação que possa gerenciar ambas programações da mesma forma, só que com comerciais diferentes. Já para as que não possuem esse compromisso, consegue-se criar playlists diferentes e automatizá-las de acordo com a grade. Em ambos os casos, o responsável por isso será um Playout que seja capaz de realizar essas operações, como o da Digilab.

Outro grande ponto de atenção é a garantia da total estabilidade da transmissão via streaming que chega até o espectador. Uma estratégia alinhada deve evitar que a experiência do usuário seja prejudicada, assim como o alcance dos comerciais.

Transcodificação é fundamental

Para garantir uma qualidade de transmissão excelente, sem ruídos ou interrupções, é necessário transcodificar a mídia em taxas (o recomendado é de 3 a 5, mas pode ser mais). Dessa forma, dependendo da variação de velocidade de internet do espectador, o vídeo pode transitar por todas essas faixas evitando travamentos.

A distribuição deve ocorrer de forma eficiente em todos os locais que a emissora atende. Portanto, é preciso uma estrutura de transmissão robusta e confiável, como a da Embratel. A estrutura com CDNs (Content Delivery Network), torna os caminhos entre o sinal e o espectador mais curtos. A Embratel oferece a solução completa, o cliente envia a mídia em sua melhor taxa para a CDN e os transcoders Digilab distribuem nas taxas necessárias.

Tal estrutura é imprescindível para a gestão de comerciais para streaming, pois garante a entrega. Um baixo nível de entrega é prejudicial em vários sentidos, desde a insatisfação do cliente até o prejuízo para a imagem da emissora.

Então, caso queira iniciar a comercialização de espaço dentro de plataformas de live streaming, e fazer isso com a máxima qualidade, entre em contato com a Digilab.

Deixe um comentário

Comentar (obrigatório)

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (obrigatório)
E-mail (obrigatório)