Futuro da TV: os erros que você não pode mais cometer

0
Futuro da TV: os erros que você não pode mais cometer

Desde quando a internet ganhou força como veículo formador de opinião e as pessoas passaram a dividir seus tempos entre o computador e a televisão, pensa-se sobre o futuro da TV. Hoje sabemos que a evolução natural é que ambas tenham espaço. Modelos híbridos estão sendo estudados e testados. Há maior maturidade em relação ao papel de cada mídia e diversos estudos sobre o assunto, mas e o mercado? O que antes foi um cenário aterrorizante sobre o futuro da TV, hoje já há espaço para alguns caminhos. É claro que ainda há muitas dúvidas, mas não reagir diante do contexto, nesse momento, pode ser fatal. Para as empresas, resta estar sempre atento às mudanças e promover as adaptações necessárias para continuar agradando o público.

Com a consolidação desses pensamentos sobre a TV muitas experimentações estão sendo feitas e surtindo bons resultados. Para aqueles que desejam colocar-se em um lugar de destaque no futuro da TV, já não é mais permitido cometer alguns erros. Se você ainda está em dúvida sobre como agir, fique atento, atualize-se, converse com colegas e parceiros profissionais. O ano de 2017 promete ser o da consolidação de diversas mudanças que estão sendo esperadas e ensaiadas já há alguns anos.

Para ajudar nesse desafio, preparamos um material. Ele apresenta os sete erros que você não pode cometer para continuar atuante e competitivo. Ele serve como um guia básico, com insights e ideias sobre o que acreditamos ser as principais tendências do setor. É evidente que ainda há muitas discussões em aberto, por isso queremos participar, saber sua opinião, contribuir de alguma forma. Caso queira saber mais sobre o futuro da TV estamos à sua disposição para um bate-papo.

Baixe agora mesmo de forma gratuita o nosso white paper: 7 erros que não podem ser cometidos por profissionais de TV em 2017

 

Ler material

Deixe um comentário

Comentar (obrigatório)

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (obrigatório)
E-mail (obrigatório)