Como tornar a operação da sua grade de programação mais segura e flexível utilizando um exibidor master

Como tornar a operação da sua grade de programação mais segura e flexível utilizando um exibidor master

O exibidor master é um equipamento essencial para a operação de programadoras de TV. Não poderia ser diferente: é o software que tem a função de gerenciar o line-up dos vídeos que serão exibidos no canal. Por que ele é tão importante? Porque todo o esforço em produzir o conteúdo só é válido se o material chega ao espectador com boa qualidade, em uma transmissão estável e sem falhas.

 

Por ter um papel tão fundamental, a escolha do exibidor master deve ser bastante criteriosa, pois pode tornar o processo tranquilo ou muito conturbado. Já pensou nas consequências de um programa entrar no horário errado, por exemplo? No mínimo, você corre o risco do telespectador mudar de canal, o que já é bastante negativo para sua marca, que perde credibilidade.

Neste tipo de operação, na maioria das vezes, o exibidor comanda a programação 24×7. A ordem da exibição de vídeos é planejada com antecedência e, salvo algumas exceções, precisa funcionar de forma autônoma na maior parte do tempo. Sendo assim, a qualidade da exibição é bastante dependente do desempenho do equipamento. Para oferecer tamanha segurança, ele precisa ter níveis confiáveis de redundância e uma capacidade que somente os exibidores profissionais têm.

 

Quais são os recursos que um exibidor master deve oferecer?

A solução contratada deve se adequar à rotina de trabalho da programadora. Para isso, é necessário ter atenção plena às especificações técnicas no momento da compra de um novo equipamento. O ideal é que o exibidor master escolhido se integre facilmente aos equipamentos atuais da programadora e permita a integração de funcionalidades variadas.

 

Controle de loudness integrado  

O diferencial nesses  equipamentos é a possibilidade de realizar controle de loudness diretamente no seu exibidor, de forma automatizada. Se a solução escolhida possui o controle de loudness embarcado, você tem a garantia de que sua programação será exibida de forma segura, sem correr o risco de sofrer penalidades por desajuste de níveis de áudio.

 

Encoder integrado

O Transport stream (MPEG-TS, MTS ou TS) é um formato digital padrão para transmissão de áudio, vídeo, de protocolo e informações do sistema (PSIP). Ele é usado em sistemas de transmissão broadcast, Digital Video Broadcasting (DVB), ATSC e IPTV.

 

A grande dificuldade desse processo é que a maioria dos exibidores do mercado não possui o processo de encoder junto a ele. Sendo assim, há a necessidade de adquirir um equipamento extra que deve ser acoplado a uma saída de vídeo, para gerar o TS (Transport Stream). O Encoder, por sua vez, tem uma saída Ethernet ou ASI para o MUX.

 

Ao investir em um exibidor master que possui o Encoder, com uma saída ASI ou Ethernet, não é necessário adquirir nenhum equipamento extra, de alto custo, para realizar o Encoder.

 

Exibição de múltiplos formatos

Outra vantagem importante que um exibidor master precisa oferecer é a reprodução de múltiplas tecnologias de exibição na mesma playlist, como clipes com formatos e velocidades de quadros diferentes, por exemplo. Isso é importante porque há conteúdos que chegam para ser exibidos, mas que não estão em formato padrão. Além disso, existem atualmente múltiplas formas de se obter conteúdo, como vídeos feito por smartphones. Essa flexibilidade do equipamento confere agilidade e dinamismo ao processo de programação, pois poupa tempo e esforços desnecessários da equipe.

 

Integração com redes sociais

As redes sociais são excelentes formas de interação com o público. Um exibidor master que ofereça esta possibilidade de integração automaticamente faz com que sua programação se destaque e chame a atenção do público.

 

Sem a ferramenta automatizada, comunicar-se por meio da internet é um processo manual demorado e pouco eficiente. No exibidor master que oferece essa ferramenta, basta promover a integração com as redes sociais do canal e criar ações de marketing voltadas para elas.

 

É evidente que o sistema não é vulnerável a todo tipo de entrada. É preciso mediar as postagens antes de exibi-las na tela do canal. No entanto, esse trabalho é mais simples quando apoiado pela ferramenta. Saiba mais sobre como funciona a integração com as redes sociais aqui.

 

GC embutido

O GC, ou Gerador de Caracteres, é necessário para que informações sejam colocadas no vídeo, sem que estejam vinculadas a ele permanentemente. Ou seja, um GC pode trazer o nome de uma pessoa, a hora, uma informação de última hora, etc. Por não estar acoplado ao vídeo, caso seja necessário utilizar a imagem novamente, ela pode ser usada sem essa informação inserida posteriormente.

 

Geralmente, o GC é um equipamento separado, que se integra ao exibidor. Um exibidor master que possui essa funcionalidade integrada facilita a operação e reduz custos, pois evita a aquisição de mais um equipamento.

 

Inserção de Grafismo

Assim como o GC, é interessante que a inserção de gráficos esteja desvinculada do vídeo. O motivo é o mesmo: caso haja necessidade de usar a imagem novamente, ela estará “limpa”. Ter essa funcionalidade integrada a um exibidor master  torna sua operação mais ágil, porque, quando o equipamento não possui essa função, é necessário um esforço considerável para torná-lo viável. Geralmente, o que se faz é enviar o vídeo para uma ilha de edição para só depois inserir na playlist já com o gráfico.

 

Fonte Redundante de Energia

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Brasil é o país com a maior incidência de raios no mundo. O Inpe afirma que são “77,8 milhões de raios por ano e a explicação é geográfica: é o maior país da zona tropical do planeta – área central onde o clima é mais quente e, portanto, mais favorável à formação de tempestades e de raios.”

 

Nesse caso, não é exagero dizer que equipamentos tão importantes quanto um exibidor profissional precise de um sistema extra de proteção. Um bom equipamento, portanto, possui sistemas com duas fontes prontas para operar. Caso uma delas queime por alguma instabilidade na rede elétrica, a outra estará pronta para operar sem qualquer intervenção humana.

 

 

Conclusão

As vantagens de contar com um exibir master de uso profissional são enormes. Além de tornar o processo de programação mais seguro e confiável, é possível reduzir custos de operação e, de quebra, tornar seu conteúdo ainda mais interessante.

Ao investir nesse tipo de solução, procure por fornecedores que sejam referências no mercado, que tenham expertise e ofereçam suporte com a agilidade e a qualidade de que você precisa. Conheça as soluções da Digilab para exibidores e entre em contato com a gente.

Deixe um comentário

Comentar (obrigatório)

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (obrigatório)
E-mail (obrigatório)