Conheça as vantagens do Playout que dispensa encoder no Transport Stream para ASI e Ethernet

0
Conheça as vantagens do Playout que dispensa encoder no Transport Stream para ASI e Ethernet

Um encoder é um aparelho que realiza a codificação do sinal de áudio e vídeo de um formato para outro, ou seja, se você deseja transformar um sinal de vídeo de analógico para digital, é necessário usar um encoder. Ele é fundamental porque a distribuição de conteúdo audiovisual em diferentes plataformas e formatos exige que eles sejam adaptados de forma que possam rodar em cada uma das possibilidades de transmissão. Para isso, normalmente utiliza-se um codec, um programa ou dispositivo que gera um arquivo de vídeo ou fluxo de vídeo, stream. Na maioria dos casos, este equipamento é vendido separadamente e possui um alto valor agregado, o que gera mais custos para a empresa. Veja as vantagens do equipamento que já possui o Encoder integrado:

Como funciona o Playout com Encoder integrado

O Transport stream (MPEG-TS, MTS ou TS) é um formato digital padrão para transmissão de áudio, vídeo, de protocolo e informações do sistema (PSIP). Ele é usado em sistemas de transmissão broadcast, Digital Video Broadcasting (DVB), ATSC e IPTV. A grande dificuldade desse processo é que a maioria dos playouts do mercado não possui o processo de encoder junto a ele. Sendo assim, há a necessidade de adquirir um equipamento extra que deve ser acoplado a uma saída de vídeo, para gerar o TS (Transport Stream). O Encoder, por sua vez, tem uma saída Ethernet ou ASI para o MUX. No Playout Digilab, o Encoder é integrado no próprio PLAYOUT e há uma saída ASI ou ETHERNET. Com isso, não é necessário adquirir nenhum equipamento extra, de alto custo, para realizar o Encoder.

Isso demonstra atenção e zelo com as necessidades específicas de mercado. Esse cuidado é demonstrado em todos os produtos desenvolvidos pela empresa. Uma das principais características do trabalho da Digilab é o constante desenvolvimento de seus produtos e a customização de acordo com necessidades específicas do cliente, ou que surjam em decorrência do avanço rápido da tecnologia. Como estão sempre em contato com os usuários da ferramenta, os desenvolvedores internos estão constantemente pensando maneiras de tornar os equipamentos mais alinhados com a realidade e as necessidades específicas do dia a dia, assim como foi feito com o Encoder integrado ao playout.

Outra vantagem importante do playout Digilab quanto à exibição de múltiplos formatos é que o equipamento não exige que os diferentes codecs sejam convertidos para a exibição em uma mesma playlist. É possível trabalhar ao mesmo tempo com vídeos SD, HD, FULL HD,3D, etc. Isso é importante porque há conteúdos vindos de arquivo que ainda não estão em formato padrão e também porque existem múltiplas formas de se obter conteúdo, como celulares, por exemplo. Essa flexibilidade confere agilidade e dinamismo ao trabalho, poupa tempo e esforços desnecessários da equipe.

Outras vantagens do Playout Digilab

Além da vantagem de poder trabalhar com o Encoder integrado e exibir em múltiplos formatos, o software possui a flexibilidade de permitir que marcações e correções pontuais sejam feitas sem precisar que o arquivo vá para a ilha de edição. Separamos dois exemplos de como essas funcionalidades podem ser aplicadas na prática:

  • Quando o erro foi percebido somente com a playlist já montada: erros pontuais acontecem com frequência. No modelo tradicional, o que ocorre é que a mídia volta para a ilha de edição para ser corrigida, o que leva um tempo grande e pode atrasar muitos processos. No Playout Digilab é possível, por exemplo, retirar frames com black, corrigir ponto de início/fim do vídeo, retirar partes para que o tempo se adeque à programação, etc.
  • Para quem trabalha com programação ao vivo de longa duração: Nesse caso o principal benefício vem das marcações. Imagine que durante a transmissão de um show, por exemplo, seja possível realizar uma pré-edição com as ferramentas in/out já separando boas imagens e momentos importantes. O mesmo vale para outros tipos de evento.

Mas esses são apenas alguns exemplos. Há ainda outras vantagens do Playout que você pode conferir neste link.

Ficou com alguma dúvida sobre o Playout que dispensa Encoder no Transport Stream para ASI e Ethernet? Quer saber mais sobre o produto? Entre em contato conosco!

 

Deixe um comentário

Comentar (obrigatório)

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (obrigatório)
E-mail (obrigatório)